Colégio de São Francisco quer arrancar em setembro com uma turma do terceiro ciclo | AzoresTV by VITEC - canal regional com produções dos Açores, vídeos HD e diretos dos melhores eventos da região.

Projeto educativo de escola católica na ilha Terceira tem abertas as inscrições para alunos do 7º ano

colégio, católico, setembro, terceiro, ciclo, ilha, terceira

Colégio de São Francisco quer arrancar em setembro com uma turma do terceiro ciclo

Publicado por: Vitec
2015/04/10 18:04:33

As inscrições no Colégio de São Francisco, em Angra do Heroísmo, para os alunos que vão frequentar o 7º ano de escolaridade no próximo ano letivo 2015/2016 estão abertas até ao dia 24 de abril.

Este projeto educativo, que arrancou como um projecto liderado pelo Professor Universitário Tomaz Dentinho, no âmbito da ACDA – Associação para a Ciência e Desenvolvimento dos Açores, deveria ter arrancado no ano letivo passado mas devido a um conjunto de circunstâncias foi adiado para este ano.

 

O Colégio, que funcionará nas instalações da Irmandade do Livramento, no Pico da Urze, quer iniciar o próximo ano letivo com uma turma do terceiro ciclo – sétimo ano de escolaridade- sendo as aulas leccionadas por professores contratados, alguns deles ligados ao ensino público e outros ao Colégio de Santa Clara, com quem pretende desenvolver parcerias. O Colégio de São Francisco será a primeira escola privada a leccionar o terceiro ciclo na ilha Terceira.

O preço das propinas irá variar em função dos rendimentos familiares podendo ir dos 25 aos 200 euros mês, durante dez meses.

 

A direcção técnica e pedagógica do Colégio será assegurada por Ana Vitória Rodrigues que terá como colaboradores diretos na direção o reitor do Seminário Episcopal de Angra, Cónego Hélder Miranda Alexandre, que de resto lecionará Latim e Educação Moral e Religiosa Católica, e Elizabete Martins, que será a diretora financeira do Colégio e, simultaneamente, dará a disciplina de Matemática. O colégio terá ainda pelo menos mais sete professores.

O Colégio de São Francisco é uma iniciativa individual no âmbito da ACDA que “procura testemunhar o cristianismo, propondo-o criativamente à liberdade” dos alunos que são chamados a verificar essa “hipótese com lealdade” e vai ter como parceiro o Colégio de São Tomás, em Lisboa, disse ao Sítio Igreja Açores o seu principal promotor Tomaz Dentinho.

 

 

Trata-se de uma escola privada, com ligação ao Movimento Comunhão e Libertação, que desenvolve um método de ensino “inovador”, com livros próprios e seguindo, no ensino da matemática, o método de singapura (resolução de problemas com o uso de desenhos no modelo heurístico, por tentativa e erro) e a distribuição das disciplinas de geografia, ciências e físico-química pelo sétimo, oitavo e nono ano de escolaridade.

Esta proposta educacional nasce de uma “certeza recíproca”: o desejo dos pais em educar bem os seus filhos e um “horizonte que se apresenta como hipótese de encontro com a Verdade, a Justiça, a Beleza e o Bem: no desenvolvimento da razão, da liberdade e da afeição, cada aluno poderá tornar-se capaz de assumir responsável e criativamente a sua vida e de contribuir para o bem de todos”, garantiu o Pe João Seabra (Responsável máximo do Colégio de São Tomás), em abril do ano passado, aquando da apresentação pública do projeto, nos Paços do Concelho, em Angra do Heroísmo.

 

Texto/ Igreja Açores/ VITEC

Imagens de notícias

Tags:

Partilhar

Powered by WebTV Solutions