Ciclo de Cinema “Pensar o mundo” no Seminário de Angra | AzoresTV by VITEC - canal regional com produções dos Açores, vídeos HD e diretos dos melhores eventos da região.

Realiza-se um ciclo de cinema, intitulado “Pensar o mundo”, entre 8 e 29 de novembro, organizado conjuntamente pelo Seminário Episcopal de Angra (SEA) e a Câmara Municipal de Angra do Heroísmo (CMAH).

seminario, angra, diocese, centro, cultural, cidade, patrimonio

Ciclo de Cinema “Pensar o mundo” no Seminário de Angra

Publicado por: VITEC
2015/10/05 19:42:12
''
''

 

 

 

Realiza-se um ciclo de cinema, intitulado “Pensar o mundo”, entre 8 e 29 de novembro, organizado conjuntamente pelo Seminário Episcopal de Angra (SEA) e a Câmara Municipal de Angra do Heroísmo (CMAH), que apresentará diversos filmes com “temas que partem sempre da história e da cultura de um país diferente”.

 

De acordo com uma nota enviada ao Sítio Igreja Açores pelo responsável, Pe. Teodoro Medeiros, trata-se de uma “oportunidade de reflexão”, que terá como palco o Centro Cultural e de Congressos da cidade património da humanidade, na ilha Terceira.

Indonésia, Estados Unidos, Alemanha e Israel são alguns dos países “ postos numa montra comparativa em que ninguém sai incólume”, diz o sacerdote, lembrando que os filmes são dirigidos para um público “menos cingido aos êxitos comerciais do momento”.

 

Entre os géneros estão o documentário e a ficção mas sempre a partir de situações concretas.

“O Ato de Matar” de Joshua Oppenheimer, que abrirá a mostra a 8 de novembro, pelas 15h00, é um documentário, de 2012, dotado de um inesperado sabor surrealista. O filme denúncia a ditadura militar indonésia e o extermínio feito a muitos concidadãos.

“Numa série de entrevistas e interacções com os perpetradores desses crimes, brota o espanto de que estes se sintam orgulhosos dos seus feitos (a realidade supera aqui a ficção e é, de facto, difícil de acreditar no que os olhos vêem) ”, refere o sacerdote.

 

Já “Repórter na Noite”, de Dan Gilroy, e de 2014, será exibido a 15 de novembro, também às 15h00. O filme aborda a falta de escrúpulos dos Media na sociedade ocidental, quando as notícias obedecem, a todo o custo, à lei de mercado das audiências. O fenómeno da televisão aparece aqui revelado nos seus excessos.

 

O terceiro filme desta mostra será exibido a 22 de novembro, à mesma hora. Phoenix, de Christian Petzold estrou-se em 2014 e joga com a história alemã a seguir à Segunda Guerra Mundial. A acção é dada a conhecer pela história de um casal que se reencontra depois da guerra (mas sem que a mulher seja reconhecida). “Tem sido comparado ao “Vertigo” de Hitchcock, mesmo se aqui a nuance é não tanto romântica quanto política”, recorda o Pe. Teodoro Medeiros.

 

A última longa-metragem será exibida a 29 de novembro, pelas 15h00. “Gett: O Processo de Viviane Amsalem, de Ronit e Shlomi Elkabetz, produzido em 2014, descreve um processo de divórcio em Israel. Trata-se de “um filme realista e comovente, sobre um tema tão próximo num contexto tão longínquo (ou talvez não tão longínquo assim) ”, sublinha o responsável pela organização desta mostra de cinema, da iniciativa do SEA.

 

Os bilhetes custarão 2 Euros e a receita reverterá a favor da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV).

 

Texto/ Igreja Açores/ VITEC

Foto/ Sónia Bettencourt

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Imagens de notícias

Tags:

Partilhar

Powered by WebTV Solutions