Qualidade da água para consumo humano na Praia da Vitória é a mais fiscalizada do País, afirma Neto Viveiros | AzoresTV by VITEC - canal regional com produções dos Açores, vídeos HD e diretos dos melhores eventos da região.

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente afirmou hoje, em Ponta Delgada, que a qualidade da água para consumo humano na Praia da Vitória, ilha Terceira, é a mais fiscalizada do País.

qualidade, agua, consumo, humano, praia, vitoria

Qualidade da água para consumo humano na Praia da Vitória é a mais fiscalizada do País, afirma Neto Viveiros

Publicado por: Vitec
2016/03/11 21:41:27

O Secretário Regional da Agricultura e Ambiente afirmou hoje, em Ponta Delgada, que a qualidade da água para consumo humano na Praia da Vitória, ilha Terceira, é a mais fiscalizada do País.

 

“É o Concelho mais fiscalizado da nossa Região mas também do nosso País” e por diversas entidades, frisou o Secretário Regional à saída de uma reunião da Comissão de Assuntos Parlamentares, Ambiente e Trabalho.

 

Após a audição em que foi analisado o relatório semestral de acompanhamento dos trabalhos em curso no terreno, no âmbito do processo de descontaminação dos aquíferos da Praia da Vitória, Neto Viveiros reiterou que a resolução do passivo ambiental resultante de 60 anos de uso militar da Base das Lajes é da responsabilidade da Força Aérea norte-americana.

 

“Nesse sentido é que se tem posicionado o Governo dos Açores”, afirmou o titular da pasta do ambiente, acrescentando que, nessa perspetiva, o processo tem evoluído e é acompanhado com a devida “monitorização permanente” e a produção de “relatórios periódicos.”

 

Destacando a idoneidade do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), entidade que assegura uma monitorização ativa, assumida desde o início do processo de limpeza por parte dos EUA, em setembro de 2012, Luís Neto Viveiros salientou, por um lado, a garantia da qualidade da água para consumo humano e, por outro, a evolução demorada do processo de descontaminação.

 

Mesmo com a consciência da morosidade dos processos desta natureza que existem em várias zonas do mundo, o governante considerou que “há que aumentar o esforço no sentido de resolver de uma forma definitiva” as situações detetadas.

 

Nesse sentido, adiantou em declarações aos jornalistas que, sustentado no relatório do LNEC, o Governo dos Açores vai defender em sede própria a recomendação de aplicação de métodos mais eficazes.

 

Entretanto, a empreitada de remoção e limpeza das tubagens do Cabrito deverá estar concluída até ao final deste ano.

Imagens de notícias

Tags:

Partilhar

Powered by WebTV Solutions