Parque de Ciência e Tecnologia da Terceira custa mais de 8 milhões de euros | AzoresTV by VITEC - canal regional com produções dos Açores, vídeos HD e diretos dos melhores eventos da região.

O futuro Parque de Ciência e Tecnologia da Ilha Terceira vai reabilitar as antigas instalações do Polo da Terra Chã da Universidade dos Açores, com cerca de 5.000 m2.

parque, ciência, tecnologia, terceira, governo, açores

Parque de Ciência e Tecnologia da Terceira custa mais de 8 milhões de euros

Publicado por: Vitec
2016/05/03 00:36:29

O Governo dos Açores, através da Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, adjudicou a empreitada de construção do Parque de Ciência e Tecnologia da Ilha Terceira - TERINOV, que vai reabilitar as antigas instalações do Polo da Terra Chã da Universidade dos Açores, com cerca de 5.000 m2.

O projeto contempla a criação de uma zona para a incubação de empresas, espaços de 'co-working', seis espaços destinados a indústrias culturais e criativas, oito espaços para empresas existentes, duas alas de laboratórios de investigação e desenvolvimento para a indústria agroalimentar e laboratórios de investigação e desenvolvimento para Biotecnologia.

 

Está ainda previsto um laboratório para a inovação em produtos lácteos, que funcionará como uma pequena fábrica, onde estão incluídos espaços para recolha do leite, produção de queijo e de outros derivados, bem como a existência de salas de cura, de refrigeração e de embalagem.

Prevê-se ainda a criação de espaços administrativos, nomeadamente salas de reunião e uma sala multifunções, bem como de espaços comuns, entre os quais uma cafetaria e um 'lounge'.

Na área exterior envolvente será criada uma zona para instalação de estufas e um parque de estacionamento, prevendo-se ainda uma área de loteamento para futuros edifícios.

 

O Secretário Regional da Ciência e Tecnologia salientou que este projeto vai “criar condições privilegiadas para transferência de conhecimento entre os organismos de ciência e de investigação e o tecido empresarial” dos Açores.

 

Este parque tecnológico pretende ser, segundo Fausto Brito e Abreu, “um polo gerador de postos de trabalho altamente qualificados nas áreas da biotecnologia e das indústrias agroalimentares”, acrescentando que, no que respeita às indústrias culturais e criativas, espera-se “a criação de sinergias entre a vertente científica e a vertente industrial”.

 

A empreitada do TERINOV foi adjudicada à empresa CITEL – Construtora Ideal da Terceira, S.A., num investimento superior a 8,2 milhões de euros e um prazo de execução de 18 meses após o início dos trabalhos.

Esta obra está integrada no Plano de Revitalização Económica da Terceira, visando contribuir para o desenvolvimento económico e para a criação de emprego nesta ilha.

 

Foto/ VITEC

Imagens de notícias

Tags:

Partilhar

Powered by WebTV Solutions