Reforço de operação charter com EUA potencia turismo no Grupo Central dos Açores, afirma Vítor Fraga | AzoresTV by VITEC - canal regional com produções dos Açores, vídeos HD e diretos dos melhores eventos da região.

O Secretário Regional do Turismo e Transportes afirmou hoje, em Angra do Heroísmo, que a operação charter entre os EUA e a Terceira, iniciada em 2015, tem potenciado o turismo não apenas nesta ilha, mas também em todo o Grupo Central dos Açores, salien...

turismo, terceira, grupo, central, operaçao, charter, eua

Reforço de operação charter com EUA potencia turismo no Grupo Central dos Açores, afirma Vítor Fraga

Publicado por: Vitec
2016/07/29 20:18:32
Foto/ CMAH
Foto/ CMAH

O Secretário Regional do Turismo e Transportes afirmou hoje, em Angra do Heroísmo, que a operação charter entre os EUA e a Terceira, iniciada em 2015, tem potenciado o turismo não apenas nesta ilha, mas também em todo o Grupo Central dos Açores, salientando que continuará esta expansão para o próximo inverno, com um potencial reforço de 17.800 dormidas para a hotelaria regional.

 

Vítor Fraga, que falava na apresentação da operação charter Boston/Terceira 2016-2017, recordou que, há cerca de um ano, na apresentação da operação, “o nosso objetivo e a nossa convicção era de que esta operação para a ilha Terceira iria também contribuir para o desenvolvimento não só do turismo da ilha Terceira, mas de todo o Grupo Central”.

 

“É com enorme satisfação que se verifica hoje que as dormidas de turistas provenientes dos EUA cresceram 49,2% na Graciosa, 175% em São Jorge, 73,1% no Pico e 112% no Faial”, frisou Vítor Fraga, realçando que a operação apresentada hoje vai dar continuidade ao trabalho já realizado, permitindo a sua consolidação e maximizando o retorno do investimento efetuado.

 

A operação terá um total de 39 rotações, potenciando quase 38 mil dormidas, que representam um incremento 17.800 dormidas em relação à operação do ano passado, ou seja, um crescimento de 89%.

 

O Secretário Regional destacou o trabalho conjunto efetuado diariamente entre as entidades públicas e privadas na construção do destino Açores desde o início desta legislatura, elencando um conjunto de medidas que levaram a que 2015 fosse o melhor ano de sempre no setor.

 

“Todas essas medidas contribuem de uma forma determinante para esta dinâmica de crescimento e consolidação do setor em que vivemos”, reiterou Vítor Fraga, indicando “que são bem evidentes nos indicadores já conhecidos de 2016”, onde as dormidas na hotelaria tradicional cresceram 36% na Região nos primeiros cinco meses do ano.

 

“No caso específico da Terceira, tem um desempenho fantástico, com um crescimento de 131,6%, ou seja, são mais 54.575 dormidas, totalizando 96.020 dormidas neste período”, destacou o Secretário Regional, que manifestou a convicção de que a expansão da operação charter terá reflexos em todo o Grupo Central.

 

Vítor Fraga frisou, no entanto, que os resultados obtidos “não podem, nem devem ser alvo de deslumbramento”, defendendo a necessidade de serem “encarados não como um ponto de chegada, mas sim como um ponto de partida, para que sejam dia após dia, cada vez melhores”.

 

O titular da pasta do Turismo destacou a importância de cada ilha assumir um efeito de complementaridade em relação às restantes, como no caso da Terceira, onde os recursos paisagísticos potenciam atividades ao ar livre, assumindo em simultâneo um caráter diferenciador no plano cultural, “assente essencialmente no reconhecimento internacional do seu património, em que Angra é o expoente máximo, com a classificação de Património da Humanidade, mas também a Região, onde se distinguem as festas populares, os vinhos e a gastronomia”.

 

“A cultura e o património assumem-se estrategicamente com especial realce no contexto da oferta do turismo da Terceira. Como tal, e de acordo com o Plano Estratégico que temos para o setor, é fundamental haver um alinhamento entre todos os agentes para que continuemos a construir um destino turístico cada vez melhor”, afirmou Vítor Fraga, enfatizando a construção de “um destino turístico que queremos que seja sustentável do ponto de vista económico, social e ambiental”.

 

Foto/ CMAH

 

Imagens de notícias

Tags:

Partilhar

Powered by WebTV Solutions