Voos de baixo custo na Terceira terão impacto muito significativo na economia da ilha, afirma Sérgio Ávila | AzoresTV by VITEC - canal regional com produções dos Açores, vídeos HD e diretos dos melhores eventos da região.

Com quatro frequências semanais para Lisboa e duas frequências semanais para o Porto.

voos, low, cost, terceira, aeroporto, lajes, raynair, açores

Voos de baixo custo na Terceira terão impacto muito significativo na economia da ilha, afirma Sérgio Ávila

Publicado por: Vitec
2016/09/06 20:44:45
Foto/ VITEC
Foto/ VITEC

Foi anunciado hoje, em conferência de imprensa, na cidade de Angra do Heroísmo, o início do programa de voos de baixo custo a cargo da Ryanair, entre o continente e o Aeroporto das Lajes, com quatro frequências semanais para Lisboa e duas frequências semanais para o Porto, a partir de dezembro deste ano. 

Na ocasião, o vice-presidente do Governo Regional dos Açores diz ter ficar assim consolidada uma das medidas previstas no Plano de Revitalização Económica da Ilha Terceira (PREIT) e que se consubstanciava na “dinamização da componente do turismo como factor essencial na criação de riqueza, de desenvolvimento da ilha e de criação de emprego”.

Sérgio Ávila acentuou que “essa tarefa tem vindo a ser executada, nomeadamente através de um conjunto de novas operações directas dos Estados Unidos, da Alemanha e da Espanha, que resultou num crescimento de 100 por cento” do turismo na Terceira, permitindo os voos low cost reforçar o desenvolvimento deste destino.

 

O governante mostrou-se convicto de que, a partir de dezembro, o início dos voos irá ter “um impacto muito significativo” na actividade económica, na geração de riqueza e na criação de emprego.

“Temos um enorme potencial à nossa frente”, frisou, exemplificando com a qualificação dos serviços e desenvolvimento de novos serviços e produtos, “para este aumento bastante significativo da procura do destino da ilha Terceira e dos Açores, na globalidade”.

Sérgio Ávila recordou, a propósito, que os Açores “crescem, neste momento, três vezes mais do que a média do país, a Terceira cresce 10 vezes mais do qua a média do país”, reiterando a ideia de que há ainda “um potencial de crescimento muito significativo”.

“Já reflectindo esse clima de confiança e de esperança no futuro, temos já aprovadas quatro novas unidades hoteleiras para a ilha Terceira, cujas obras se irão iniciar muito rapidamente”, anunciou o vice-presidente.

 

Gacs/ VITEC

Imagens de notícias

Tags:

Partilhar

Powered by WebTV Solutions