Temporada de Teatro de Angra do Heroísmo 2017 | AzoresTV by VITEC - canal regional com produções dos Açores, vídeos HD e diretos dos melhores eventos da região.

Na temporada participam igualmente, por ordem cronológica de actuação, os grupos de teatro Margem Narrativa – Associação Cultural, Pedra Mó, L.C. Sem Companhia e A Sala. Todas as peças têm início pelas 21h30 no Teatro Angrense.

teatro, angrense, temporada

Temporada de Teatro de Angra do Heroísmo 2017

Publicado por: Vitec
2017/03/24 21:23:48
Foto/ CMAH
Foto/ CMAH

A Temporada de Teatro de Angra do Heroísmo arranca com uma peça infantil, em formato Matiné, no próximo dia 2 de abril, pelas 16h00 - “Bruxas em Quarentena” abre assim a edição de 2017 que acontece no Teatro Angrense, pela mão do Grupo de Teatro Infanto-Juvenil Galáxia. A peça é da autoria da encenadora do grupo, Flávia Medeiros, e é interpretada pelos jovens atores Antónia Coelho, Cristiano Viveiros, Íris Pedro, Joana Soares, Lara Costa, Leonor Silva, Madalena Lima, Mafalda Oliveira, Margarida Santos, Mariana Lima, Rita Ferreira e Teresa Matos que nos colocam a questão: “O que seria das histórias sem bruxas?”

Na temporada participam igualmente, por ordem cronológica de actuação, os grupos de teatro Margem Narrativa – Associação Cultural, Pedra Mó, L.C. Sem Companhia e A Sala.

Todas as peças têm início pelas 21h30 no Teatro Angrense.

 

Assim a 8 de abril teremos a oportunidade de rever o elenco de luxo composto pelos atores Almeno Gonçalves, Joaquim Nicolau, Fernando Ferrão e António Melo, que voltam a pisar o palco do Teatro Angrense, depois do sucesso obtido em temporadas anteriores com as peças “A Crise dos 40” e “A Loucura dos 50”, desta feita com a peça “As Mentiras que os Homens Contam”, a partir da obra de Luís Fernando Veríssimo, apresentada pela Associação Cultural “Margem Narrativa. Trata-se de nova comédia, desta feita à volta da “necessidade” que os homens têm de mentir por “questões de sobrevivência”.

 

A 12 de maio o Grupo de Teatro Pedra Mó leva à cena a peça, a partir de Molière, “Escola de Mulheres”. Trata-se de uma comédia centrada na obsessão da personagem principal, pela traição e infidelidade conjugal.

 

“O Conto da Ilha Desconhecida”, de José Saramago, é a proposta apresentada por L.C. Sem Companhia para 13 de maio. Este conto do Nobel da Literatura português, publicado em 1997, é um canto de optimismo, uma parábola do sonho realizado, ultrapassando os obstáculos e as adversidades, com vontade e obstinação. Um trabalho de fusão entre o teatro “tradicional”, a Commédia Dell’Arte, e o teatro de fantoches.

 

A encerrar a temporada deste ano, a 19 de maio, o Grupo de Teatro A Sala, apresenta a peça “Vanya e Sonia e Masga e Spike”, que, nas palavras dos intervenientes, trata “uma adaptação bem-humorada de temas e personagens de Antón Chekhov”, da autoria de Christopher Durang, sobre a relação entre três irmãs de meia-idade em crise.

 

Foto/ CMAH

 

Imagens de notícias

Categorias:
Tags:

Partilhar

Powered by WebTV Solutions