Marinha e Força Aérea resgatam tripulantes em estado crítico | AzoresTV by VITEC - canal regional com produções dos Açores, vídeos HD e diretos dos melhores eventos da região.

Os dois tripulantes encontravam-se em estado crítico devido queimaduras extensas em todo o corpo, que resultaram da ocorrência de uma explosão a bordo do navio mercante ”Tamar”, com bandeira das Ilhas Marshall, a navegar a cerca de 377 milhas (706 Km) ...

marinha, força, aerea, resgate, tripulantes, estado, critico, navio

Marinha e Força Aérea resgatam tripulantes em estado crítico

Publicado por: Vitec
2017/04/26 22:03:37
Foto/ Marinha Portuguesa
Foto/ Marinha Portuguesa

O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), em articulação com a Força Aérea Portuguesa e o INEM - Centro de Orientação de Doentes Urgentes no Mar (CODU-Mar), coordenou uma operação de evacuação médica de dois tripulantes de 35 e 40 anos de idade, do género masculino, desde as 04h13 do dia 25 de abril de 2017. Estes dois indivíduos encontravam-se em estado crítico devido queimaduras extensas em todo o corpo, que resultaram da ocorrência de uma explosão a bordo do navio mercante ”Tamar”, com bandeira das Ilhas Marshall, a navegar a cerca de 377 milhas (706 Km) a Oeste da ilha das Flores, nos Açores.

 

O acidente ocorreu na manhã do dia 24 de abril de 2017, tendo provocado dois mortos, quando o navio mercante “Tamar” se encontrava a navegar ainda na área de responsabilidade de busca e salvamento marítimo dos EUA.

Sob a coordenação do centro de coordenação de busca e salvamento marítimo de Boston, foi empenhada uma equipa médica do New York Air National Guard´s 106th Rescue Wing, constituída por sete elementos, que foi lançada de paraquedas sobre o navio através de uma aeronave C-130 americana, que assistiu os elementos da guarnição feridos na explosão.

 

O navio sinistrado continuou a navegar em direção aos Açores, e a corveta da Marinha NRP Jacinto Cândido, que se encontrava no porto das Lages das Flores, foi empenhada nesta missão de salvamento, tendo largado ao encontro do navio, transportando medicamentos para a eventualidade de serem necessários à equipa médica americana que permaneceu a bordo do “Tamar” a dar assistência aos feridos.

 

Para proceder ao resgate dos dois feridos graves, foi solicitado à Força Aérea a ativação de um helicóptero EH-101 da Força Aérea Portuguesa (FAP), tendo o resgate sido efetuado com sucesso e os dois feridos graves desembarcados no Aeroporto das Lages, na ilha Terceira, pelas 10h46 do dia 26 Abril de 2017.

Nas Lajes, eram aguardados por um avião Falcon, também da FAP, que transportou os marítimos acidentados para o Aeroporto de Figo Maduro em Lisboa, onde aterrou às 15h05 locais, e posteriormente foram encaminhados para os Hospitais de Santa Maria e de S. José, através de ambulâncias do INEM.

Estiveram envolvidos nesta operação o MRCC Delgada, RCC Boston, o RCC Lajes, o CODU-Mar, o navio NRP Jacinto Cândido, um helicóptero EH-101 e um avião Falcon da Força Aérea Portuguesa.

 

Foto/ Marinha Portuguesa 

Imagens de notícias

Categorias:
Tags:

Partilhar

Powered by WebTV Solutions