Investimento autárquico da Praia ultrapassa 15 milhões de euros | AzoresTV by VITEC - canal regional com produções dos Açores, vídeos HD e diretos dos melhores eventos da região.

A Solidariedade Social, a Economia e o Turismo são as principais áreas estratégicas do Plano e Orçamento da Câmara Municipal da Praia da Vitória para 2018, apresentado, em conferência de imprensa, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

investimento, autarquia, praia, vitoria, 15, milhoes, euros

Investimento autárquico da Praia ultrapassa 15 milhões de euros

Publicado por: Vitec
2017/12/06 17:56:51
Foto/ CMPV
Foto/ CMPV

A Solidariedade Social, a Economia e o Turismo são as principais áreas estratégicas do Plano e Orçamento da Câmara Municipal da Praia da Vitória para 2018, apresentado, em conferência de imprensa, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

 

Tibério Dinis, presidente da autarquia praiense, adiantou que o orçamento para o próximo ano ascende a 15.397.019 euros, estando a despesa corrente na ordem dos 8.940.047 euros (58,1 por cento) e o investimento em 6.456.972 euros (41,9 por cento).

 

Relativamente à receita corrente, esta atinge os 9.872.968 euros (64,1 por cento), enquanto a receita de capital se traduz em 8.306.581 euros (35,9 por cento).

 

“Uma das nossas prioridades é a aposta na vertente social, através da manutenção e reforço dos projetos existentes, tais como “Reabilitação na Comunidade” e “Abraçar e Envolver os Jovens da Praia da Vitória”. Pretendemos também continuar a valorizar a componente educacional, com a atribuição de bolsas de estudo, através do aumento em 10% do valor atribuído. Assim, estaremos a contribuir para a construção de um futuro melhor para as nossas crianças e jovens”, referiu o autarca.

 

“No âmbito da Solidariedade Social, iremos continuar a investir na habitação social municipal, no sentido de reforçarmos a qualidade de vida da comunidade”, disse. O autarca destacou ainda “o enfoque na manutenção e reforço dos projetos ligados a crianças, jovens, idosos e cidadãos com necessidades especiais, contemplados no âmbito da solidariedade social”.

 

O responsável municipal acredita que o setor económico também deve ser uma prioridade do orçamento para 2018.

 

“A Economia é um dos principais pilares de desenvolvimento do Concelho. Neste sentido, iremos apoiar a criação de empresas, promovendo a competitividade e a sustentabilidade do emprego”, destacou.

 

“Manteremos ainda o investimento na incubadora de empresas Praia Links, fomentando assim o empreendedorismo e avançaremos com a criação do Parque Empresarial da Vila das Lajes, para o qual, este Executivo já iniciou o processo de aquisição dos terrenos”, salientou.

 

“Relativamente ao Programa VitÓria, criado com o intuito de revitalizar o comércio tradicional do Concelho, continuaremos a concretizar ações que valorizem os nossos estabelecimentos comerciais, sempre em estreita parceria com os empresários”, acrescentou.

           

“O Turismo constitui outro importante motor de crescimento socioeconómico e como tal, deve ser potenciado. Iremos desenvolver medidas que alavanquem esta vertente, aumentando o fluxo turístico na Praia da Vitória”, enfatizou.

 

Tibério Dinis fez referência ao projeto LIFE CWR, realçando que “além de trazer mais-valias a nível ambiental, pela requalificação e conservação das zonas húmidas do Concelho, esta iniciativa também tem contribuído para a dinamização da observação de aves, uma atividade em ascensão que pode ser praticada na época baixa, combatendo a sazonalidade do setor”.

           

“É importante referir também a candidatura ao Plano Integrado de Regeneração Urbana Sustentável, que visa a melhoria das acessibilidades e a recuperação do património edificado, bem como a profunda intervenção a realizar na muralha, considerando a sua importância histórica para todos os praienses”, aludiu.

 

O edil apresentou ainda os valores previstos para as três áreas que integram as linhas de ação no próximo ano, correspondendo a 784.654 euros na Solidariedade Social, 484.304 euros na Economia e 562.575 euros no Turismo. O orçamento prevê uma redução da dívida em 10%.

           

“Trata-se de um orçamento de rigor e responsabilidade, que acreditamos ter todas as condições para o concretizar, virado para as pessoas e com um grande enfoque na vertente social. Acredito que com muito esforço e dedicação conseguiremos alcançar os objetivos propostos, trazendo melhores condições para investir, visitar, viver e trabalhar na Praia da Vitória”, concluiu.

 

Foto/ CMPV

Imagens de notícias

Categorias:
Tags:

Partilhar

Powered by WebTV Solutions