QUESTIONÁRIO Raquel Ferreira: "Fazer mais e melhor, todos os dias. Inovar." | AzoresTV by VITEC - canal regional com produções dos Açores, vídeos HD e diretos dos melhores eventos da região.

Chama-se Raquel Gomes Caetano Ferreira e tem 39 anos. Desde 2013 assume o cargo de vereadora da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo. Doutorada em Ciências e Tecnologias para a Gestão Florestal e Ambiental, pela Universidade ...

questionário, raquel, ferreira, vereadora

QUESTIONÁRIO Raquel Ferreira: "Fazer mais e melhor, todos os dias. Inovar."

Publicado por: VITEC
2018/02/15 20:54:26
Foto/ Direitos Reservados
Foto/ Direitos Reservados

Chama-se Raquel Gomes Caetano Ferreira e tem 39 anos. Desde 2013 assume o cargo de vereadora da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo. Doutorada em Ciências e Tecnologias para a Gestão Florestal e Ambiental, pela Universidade da Tuscia em Viterbo, Itália, a vereadora é uma verdadeira apaixonada pela natureza e tudo o que está ligado a ela. É em São Bartolomeu dos Regatos que se encontra o seu cantinho do céu chamado Quinta das Estrelinhas. Uma pequena quinta onde a autarca vive e experiencia momentos, em forma de refúgio da austeridade, que tanto caracteriza o seu trabalho diário.

 

Qual a sua característica preferida da Humanidade?

Bondade. Justiça. 

 

A última coisa engraçada que lhe aconteceu recentemente?

As “conversas” que a minha sobrinha de 15 meses tenta ter comigo. Alegram qualquer um! O último jantar com as minhas amigas, sendo uma amizade que se estende desde os 10 anos de idade.

 

Quantos mails tem por ler na sua caixa de entrada?

Neste momento tenho zero emails por ler na minha caixa correio. Faço os possíveis por ser o mais célere possível a responder, ou por email ou telefonicamente.

 

O melhor elogio que alguma vez recebeu?

Que faço a diferença.

 

Se pudesse ter qualquer idade, qual escolheria?

Os meus 25 anos. Foi um ano fantástico, com novas amizades, novas aventuras e desafios, pessoais e profissionais. Voltaria a repetir, e viveria com mais intensidade.

 

A sua recordação de infância preferida?

Ir com o meu Pai para o Escampadouro, antiga exploração leiteira do meu Avô paterno, às 4 da manhã para a primeira ordenha do dia. Acordava antes da hora sozinha e vestia-me, ficava pronta à espera que o meu Pai acordasse. Devia ter uns 7 ou 8 anos. Era uma azáfama quando se chegava ao Escampadouro e depois de ver o nascer do Sol, caía redonda a dormir no jipe! Adorava e recordo com muita saudade esses tempos. A situação mais engraçada que recordo foi a Dragoa, uma égua que tinha e que montava sem sela, ter-se assustado, empinou e lá fui eu para o chão.

 

A pessoa que mais admira?

Neste caso, as pessoas: os meus Pais.

 

Qual é o talento que mais gostaria de ter?

Voz para cantar! Estou a brincar! Um melhor sentido de estética para decoração de interiores. É uma área que acho engraçada e, em tempos, estive para fazer um curso. Mas depois não se proporcionou.

 

Se ganhasse a lotaria, qual era a primeira coisa que faria?

Muito fácil responder, apanhava o primeiro avião, apenas com o passaporte e documentos, e ia descobrir mais do Mundo e visitar os amigos que tenho nos quatro cantos do Mundo.

 

Palavras ou frases que mais usa?

Só não erra quem não faz (mas não errar demasiado!). Para tudo há uma solução, excepto para a morte.

 

Qual a principal preocupação de uma vereadora?

Fazer mais e melhor, todos os dias. Inovar.

 

Uma máxima?

A nossa sorte somos nós que a construímos com o nosso trabalho e dedicação, sem tal, dificilmente conseguiremos ir longe (ou alcançar) nos nossos objectivos e projectos. E além disso, encarar a vida, sempre, com um sorriso, torna tudo mais simples. 

 

Texto/ Carlota da Silva

Foto/ DR

Imagens de notícias

Categorias:
Tags:

Partilhar

Powered by WebTV Solutions