Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil da Praia da Vitória realoja 3 famílias | VITEC - canal regional com produções dos Açores, vídeos HD e diretos dos melhores eventos da região.

A Câmara Municipal da Praia da Vitória, em articulação com o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, com a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntá...

praia, furacão

Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil da Praia da Vitória realoja 3 famílias

Publicado por: VITEC
2019/10/01 17:15:44
Fonte/ CMPV
Fonte/ CMPV

A Câmara Municipal da Praia da Vitória, em articulação com o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, com a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Praia da Vitória e o Serviço Municipal de Proteção Civil da Praia da Vitória decidiu ativar, a partir das 20h00 de terça-feira, 01 de outubro, o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil da Praia da Vitória, centralizando no Serviço Municipal de Proteção Civil a gestão das ocorrências; realojar, preventivamente, duas famílias residentes na freguesia de São Brás e uma família residente na freguesia das Fontinhas, tendo por base a avaliação de risco realizada localmente, por se tratarem de casos de risco elevado sinalizados; encerrar todos os serviços municipais, excetuando os serviços operacionais imprescindíveis às possíveis ações de proteção civil a ocorrerem no Concelho.

 

De acordo com a informação avançada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera, desde que há registos, setembro e outubro são os meses em que mais furacões aparecem nos Açores, sabendo-se que a época destas grandes perturbações na atmosfera terrestre vai desde junho a novembro.

 

A tempestade tropical Grace (2009), o Furacão Gordon (2012), o Furacão Alex (2016), o Furacão Ophelia (2017) e o Furacão Helene (2018) são ciclones tropicais que passaram pelos Açores ao longo da última década. Desde 2016, foram registados dois furacões de categoria 5 no Atlântico. O último fenómeno foi o Dorian, ainda no mês passado, que devastou as Bahamas.

 

Caso não perca intensidade, a possibilidade de o furacão chegar à Irlanda ou ao Reino Unido ainda não foi descartada.

 

Fonte/ CMPV e IPMA

Imagens de notícias

Categorias:
Tags:

Partilhar

Powered by WebTV Solutions