Situação de crise energética para garantir abastecimento às Flores e Corvo | VITEC - canal regional com produções dos Açores, vídeos HD e diretos dos melhores eventos da região.

O Governo dos Açores declarou a situação de crise energética nas ilhas das Flores e do Corvo devido à passagem do furacão Lorenzo pelo arquipélago e aos estragos causados no Porto das Lajes das Flores, que impossibilitam o abastecimento de combustível ...

corvo, flores, lorenzo

Situação de crise energética para garantir abastecimento às Flores e Corvo

Publicado por: VITEC
2019/10/03 19:00:25
foto/ Sic Notícias
foto/ Sic Notícias

O Governo dos Açores declarou a situação de crise energética nas ilhas das Flores e do Corvo devido à passagem do furacão Lorenzo pelo arquipélago e aos estragos causados no Porto das Lajes das Flores, que impossibilitam o abastecimento de combustível por via marítima ao Grupo Ocidental. Com esta impossibilidade de abastecimento, estão previstas dificuldades na distribuição dos combustíveis nas ilhas das Flores e Corvo.

 

A situação de crise energética declarada visa garantir os abastecimentos energéticos essenciais ao funcionamento de um conjunto de serviços estruturantes da Região, dos setores prioritários da economia local e a satisfação das necessidades fundamentais da população das ilhas das Flores e do Corvo, vigorando a partir das 19H00 do dia 2 de outubro até às 23H59 de 31 de outubro, nestas duas ilhas. Durante este período estão fixados limites ao abastecimento em postos de abastecimento, nomeadamente um máximo de 15 litros de gasolina ou gasóleo diário por veículo automóvel ligeiro e um máximo de 20 litros de gasolina ou gasóleo por cada veículo automóvel pesado.

 

Os postos de abastecimento de combustível são obrigados a reservar 40% do combustível disponível para uso exclusivo das entidades prioritárias e veículos equiparados, das Forças Amadas e forças e serviços de segurança, serviços e agentes de Proteção Civil, serviços de emergência médica e de transporte de medicamentos e dispositivos médicos, entidades públicas ou privadas que prestam serviços públicos essenciais na área da energia, telecomunicações, serviços postais, recolha de resíduos e limpeza urbana e ainda transporte público de passageiros.

 

Vasco Cordeiro adiantou que a medida permite garantir que não falta combustível, no sentido de regular o seu consumo e, por essa via, garantir que as reservas são suficientes até à concretização de uma solução.

Fonte/ GaCS

Imagens de notícias

Categorias:
Tags:

Partilhar

Powered by WebTV Solutions