Governo dos Açores só pode assegurar manutenção de serviços públicos nas freguesias

Publicado por: VITEC
2022/05/06 18:52:51
Visualizações: 564
LUSA
LUSA

José Manuel Bolieiro considerou que esta meta se alcança em parceria com as freguesias “através da capacidade instalada”, por via “do edificado, dos recursos humanos e operativos tecnológicos”.

 

O líder do executivo açoriano, de coligação PSD/CDS-PP/PPM, falava aos jornalistas no final da assinatura de um protocolo com Direção Regional dos Açores da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE), no Palácio de Sant'Ana, em Ponta Delgada.

 

Boleiro, referindo-se especificamente aos serviços prestados pelos CTT, suportados financeiramente pelo Governo dos Açores, disse que “a pressão para que se mantivessem descentralizados e próximos das populações tem sido feita”, mas “os resultados, em muito casos, são de abandono”.

 

Este fator tem levado várias juntas de freguesias a colaborar com aquela empresa para “evitar despesas nesta prestação de serviço”, concretizou.

 

No caso específico dos serviços privados, o líder do executivo regional referiu que “não está na capacidade de decisão do Governo Regional contrariar esse abandono e essa centralização de oferta”.

 

Para Bolieiro, esse abandono constitui “mais uma razão para valorizar o poder local, que está territorialmente próximo das pessoas e pode, em boa coordenação, muitas vezes substituir-se a outros serviços que, por razões economicistas e racionalidade centralista, abandonam os territórios mais distanciados dos grandes centros”.

 

O protocolo celebrado com a Direção Regional dos Açores da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE) prevê, entre outras medidas, a cooperação técnica e financeira com o Governo dos Açores, apoiando-se juridicamente, promovendo ações de formação dos autarcas e a realização do encontro regional de autarcas, sendo disponibilizados 25 mil euros.

 

LUSA

Imagens de notícias

Categorias:
Tags:

Partilhar

Powered by WebTV Solutions