Em 2015: Proteção de crianças e jovens com plano formativo | VITEC - canal regional com produções dos Açores, vídeos HD e diretos dos melhores eventos da região.

A Secretária Regional da Solidariedade Social anunciou hoje, na Praia da Vitória, que o executivo está a preparar um plano de formação para as Comissões de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) da Região que entrará em vigor em 2015.

proteção, crianças, jovens, açores, plano, regional, 2015

Em 2015: Proteção de crianças e jovens com plano formativo

Publicado por: Vitec
2014/12/03 00:28:50

A Secretária Regional da Solidariedade Social anunciou hoje, na Praia da Vitória, que o executivo está a preparar um plano de formação para as Comissões de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) da Região que entrará em vigor em 2015.

“O Governo dos Açores assume, de facto, como fundamental, o desenvolvimento de um plano de formação”, declarou Andreia Cardoso no Encontro Regional das CPCJ’s, frisando que se trata de uma ferramenta básica no trabalho das comissões e como ponto de partida da sua atividade.

A Secretária Regional reafirmou ainda que o Governo dos Açores reconhece “a necessidade de estreitar os canais de comunicação e de reporte e de disponibilizar às Comissões o apoio de que necessitam para desempenhar as suas funções com a sensibilidade humana que caracteriza todos quantos se disponibilizam para esta missão, mas também com segurança ancorada em saberes técnicos específicos da vasta panóplia de profissões que contribuem para o sucesso da missão das Comissões”.

Assinalando tratar-se do ano em que se comemoram o 25.º Aniversário da Convenção sobre os Direitos da Criança, Andreia Cardoso recordou a relativa juventude da prioridade dada à proteção da infância, deixando um apelo ao reconhecimento de que “a informação e consciencialização de que a concretização de uma "nova cultura" da infância e da criança, enquanto sujeito de direito, é um objetivo e responsabilidade de toda a comunidade.”

“Quanto maior o interesse no sistema de proteção de crianças e jovens mais importante se torna discutir, de forma aberta e pública, como o sistema opera”, salientou a secretária regional salientando que o escrutínio mediático pode contribuir para uma menor tolerância coletiva para com este tipo de fenómeno e constituir-se como uma oportunidade de sensibilização.

O Encontro Regional das CPCJ’s, que decorre nos dias 2 e 3 de dezembro na Academia de Juventude e das Artes da Ilha Terceira, na Praia da Vitória, destinou-se aos elementos das várias comissões regionais de proteção de crianças e jovens em risco, contando com a participação de vários oradores, regionais e nacionais, das várias áreas profissionais de intervenção.

 

Foto/ Gacs

 

Imagens de notícias

Tags:

Partilhar

Powered by WebTV Solutions