Açores entram em novo tempo com as novas acessibilidades de transporte aéreo, diz Vítor Fraga | VITEC - canal regional com produções dos Açores, vídeos HD e diretos dos melhores eventos da região.

Secretário Regional do Turismo e Transportes, Vítor Fraga, afirmou hoje que, com o novo modelo de transporte aéreo, os Açores entram num “novo tempo” para o turismo, que deverá ser acompanhado por uma aposta na qualidade nas várias vertentes deste imp...

transporte, aéreo, açores, acessibilidades, novo, tempo, 2015

Açores entram em novo tempo com as novas acessibilidades de transporte aéreo, diz Vítor Fraga

Publicado por: Vitec
2014/12/05 18:37:47

O Secretário Regional do Turismo e Transportes, Vítor Fraga, afirmou hoje  que, com o novo modelo de transporte aéreo, os Açores entram num “novo tempo” para o turismo, que deverá ser acompanhado por uma aposta na qualidade nas várias vertentes deste importante setor económico regional.

 

“Podemos assim dizer que hoje estamos na presença de um novo tempo para o setor do turismo. Um novo tempo que é alicerçado no caminho que temos percorrido e não será por acaso que hoje, além do anúncio da exploração das rotas domésticas, surge também o anúncio da exploração de uma rota para um dos nossos principais mercados emissores”, afirmou o Secretário Regional, durante uma conferência de imprensa promovida em Ponta Delgada, pela companhia aérea Ryanair.

 

“O interesse das diferentes companhias demonstra claramente a atratividade que o destino tem, que é hoje aqui manifestada pelo anúncio que a Ryanair acabou de efetuar, não só numa lógica de explorar as rotas domésticas com ligação com o continente português, mas também pela materialização de uma nova rota entre Ponta Delgada e Londres, onde se situa um dos nossos principais mercados emissores do setor turístico”, salientou Vítor Fraga.

 

O Secretário Regional sublinhou que apesar da importância do anúncio da companhia aérea Irlandesa, há que ter “perfeita consciência” que a construção e desenvolvimento dos Açores enquanto destino turístico não se esgotam nas suas acessibilidades, cuja alteração foi uma das prioridades da presente legislatura do Governo Regional.

 

“A bem da verdade, a este nível, ficaremos em pé de igualdade com dezenas de destinos turísticos com quem concorremos diariamente”, afirmou.

 

“É um passo importante mas há muito mais trabalho a fazer, nomeadamente a nível da qualificação e valorização da nossa oferta turística, na requalificação da oferta hoteleira, alinhando-a com aquilo que é a matriz do destino, com a qualificação dos nossos recursos humanos, com o desenvolvimento de novos produtos adequados a novos segmentos de mercado, que a partir de agora passaremos a ter acesso”.

 

Vítor Fraga realçou ainda a importância do desenvolvimento de uma política de promoção assente na comunicação com o cliente final, onde a aposta no online é determinante, assim como no social media, um meio privilegiado de contato com o cliente final.

“No fundo, nós temos, como grande desafio, tirar partido da enorme capacidade de angariação dos novos operadores e companhias aéreas que apostam e acreditam nos Açores, mas evidenciando todos os nossos aspetos diferenciadores para que, no momento da decisão dos potenciais turistas, sejam os Açores que são escolhidos para as suas férias”, resumiu o titular das pastas do Turismo e dos Transportes.

 

O Secretário Regional apelou ainda aos empresários e potenciais investidores na Região para que tomem partido das novas acessibilidades, exercendo a sua criatividade e espírito de iniciativa para este novo tempo, assegurando que terão no Governo dos Açores um parceiro para, em conjunto, vencer todos os desafios com que se forem deparando ao longo do tempo.

 

“Este é mais um passo na construção de um setor que nós queremos que seja sustentável, que nós queremos que gere riqueza, que preserve e crie mais postos de trabalho”, concluiu.

Vítor Fraga destacou ainda a importância que as acessibilidades têm para uma região insular e arquipelágica para os Açores, recordando que foi procurado um modelo de acessibilidades que servisse tanto os Açorianos, assegurando tarifas acessíveis e a um preço justo e igual para todos, como ao mesmo tempo permitisse a expansão do turismo regional, pela abertura do mercado a novos operadores, e com isso a introdução de fatores de concorrência, nomeadamente ao nível do preço e de qualidade do serviço.

 

A Ryanair pretende operar duas ligações diárias na rota Ponta Delgada-Lisboa, uma ligação diária Ponta Delgada-Porto e uma ligação semanal entre Ponta Delgada e Londres.

 

Foto/ Gacs

Imagens de notícias

Tags:

Partilhar

Powered by WebTV Solutions