Vítor Fraga afirma que novo modelo de transporte aéreo dá maior centralidade aos Açores | VITEC - canal regional com produções dos Açores, vídeos HD e diretos dos melhores eventos da região.

O Secretário Regional do Turismo e Transportes afirmou hoje, em Ponta Delgada, que o novo modelo de transportes aéreos permitirá dar uma maior centralidade aos Açores no que respeita a acessibilidades, num modelo que procura impulsionar o fluxo de turi...

novo, modelo, transportes, aéreo, açores, secretário

Vítor Fraga afirma que novo modelo de transporte aéreo dá maior centralidade aos Açores

Publicado por: Vitec
2014/12/09 20:34:50

O Secretário Regional do Turismo e Transportes afirmou hoje, em Ponta Delgada, que o novo modelo de transportes aéreos permitirá dar uma maior centralidade aos Açores no que respeita a acessibilidades, num modelo que procura impulsionar o fluxo de turistas e assegurar a mobilidade dos Açorianos a preços acessíveis.

 

“É tempo de passarmos a ver e a trabalhar os Açores não como uma periferia em termos turísticos, mas como um ponto central entre dois blocos com elevado poder de compra – o americano e o europeu -, que não estão a mais de poucas horas de voo”, frisou Vítor Fraga, na apresentação da operação nos Açores da companhia aérea de baixo custo Easyjet,

 

“Fruto do trabalho que temos desenvolvido, muitas vezes de forma reservada, estas distâncias estão a ser cada vez mais encurtadas, mas não temos dúvidas de que ainda há muitos desafios a vencer”, salientou o Secretário Regional.

 

Nesse sentido, destacou o desafio que se coloca aos empresários para tirar partido das novas acessibilidades e permitir aos Açores concorrerem num mercado cada vez mais global e em que cada turista “é disputado ferozmente por destinos consolidados ao longo do tempo e com uma notoriedade bem solidificada”.

 

Vítor Fraga frisou que, apesar de a vertente das rotas liberalizadas ter sido o aspeto mais mediatizado do novo modelo de transporte, pelas expetativas criadas nos empresários e na sociedade, o novo modelo focou igualmente a “imprescindível” componente de assegurar garantias de proteção para que todos os Açorianos disponham de acessibilidades com o exterior.

 

“Batemo-nos sempre por esta componente como fundamental e insubstituível, mesmo quando alguns defendiam que a liberalização devia ser o objetivo central, mesmo que, para isso, talvez se devesse deixar cair a proteção de ilhas mais pequenas ou de rotas com previsão de menor procura”, frisou.

 

Segundo Vítor Fraga, “essa nunca foi sequer uma mera hipótese para o Governo dos Açores, que partiu sempre do princípio de que qualquer evolução neste processo nunca deveria ser feita à custa de alguns, mas sempre em benefício de todos”.

 

Na sua intervenção, Vítor Fraga lembrou ainda que o Governo dos Açores está a trabalhar na revisão das Obrigações de Serviço Público de Transporte Aéreo e Marítimo InterIlhas, no âmbito do Plano Integrado de Transportes.

 

“Este é um trabalho que está a entrar na fase de finalização e que pretende atingir o objetivo de aumentar os níveis de conectividade entre todas as ilhas a um preço justo e adequado à oferta disponibilizada”, afirmou o Secretário Regional.

 

Foto/ GAcs

 

Imagens de notícias

Tags:

Partilhar

Powered by WebTV Solutions