Património arquitectónico de Angra em exposição de fotografia | VITEC - canal regional com produções dos Açores, vídeos HD e diretos dos melhores eventos da região.

A exposição intitulada A Terceira e Angra do Heroísmo. Momentos da vida de um património arquitetónico, da autoria do arquiteto António Menéres, vai ser inaugurada no próximo dia 2 de março, pelas 18h00, no Palácio dos Capitães-Generais em Angra do Her...

exposição, fotografia, arquitectura, angra, ilha, terceira, palácio, capitães, generais

Património arquitectónico de Angra em exposição de fotografia

Publicado por: Vitec
2015/02/27 12:13:56

A exposição intitulada "A Terceira e Angra do Heroísmo. Momentos da vida de um património arquitetónico", da autoria do arquiteto António Menéres, vai ser inaugurada no próximo dia 2 de março, pelas 18h00, no Palácio dos Capitães-Generais em Angra do Heroísmo.

 

A exposição é constituída por 81 fotografias da ilha Terceira e, particularmente, da cidade de Angra do Heroísmo, que refletem as transformações ocorridas neste espaço durante um período de mais de 30 anos, incluindo fotografias anteriores ao sismo de 1980, detalhes da reconstrução urbana, imagens aéreas da cidade e da ilha e fotografias da linha costeira, captadas a partir do mar.

Cada imagem é acompanhada pela respetiva legenda, da autoria de António Menéres, ou com citações de outros autores, como Vitorino Nemésio ou Álvaro Monjardino.

Esta exposição está organizada em torno de seis núcleos temáticos, denominados “A linha do tempo”, “O centro histórico da primeira cidade açoriana”, “Arquiteturas da Fé”, “Arquitetura rural ─ habitações e construções do trabalho”, “O saber e a criatividade do pormenor” e “A arquitetura da paisagem ─ o verde dos campos e o azul do mar”, sendo acompanhada por um catálogo com textos de António Menéres, Nuno Ribeiro Lopes e Francisco Maduro-Dias.

 

António Menéres nasceu em Matosinhos, licenciou-se na Escola Superior de Belas-Artes do Porto e estagiou com os arquitetos Fernando Távora e João Andresen, tendo participado no Inquérito à Arquitectura Regional Portuguesa, em 1955-60.

O arquiteto, que foi distinguido, em 2008, com a Grã-Cruz da Ordem Internacional do Mérito do Descobridor do Brasil Pedro Álvares Cabral, tem participado em colóquios e congressos na área do estudo e revitalização do património arquitetónico em Portugal continental e nos Açores, bem como no Brasil.

A exposição "A Terceira e Angra do Heroísmo. Momentos da vida de um património arquitetónico" estará patente até 17 de abril.

Imagens de notícias

Tags:

Partilhar

Powered by WebTV Solutions